Vestuário, alimentos, eletrodomésticos e, claro, energia. Praticamente tudo é mais caro do que no ano passado na zona euro, que registou uma taxa de inflação recorde de 5,1% em Janeiro.

Segundo o Eurostat, os 19 países que partilham os preços da energia são a principal causa desta situação. Estão 28,6% mais caros do que nos últimos 12 meses.

* Taxa geral 5,1 %
* Energia 28,6 %
* Alimentos, álcool e tabaco 3,6%
* Serviços 2,4%

Mas o cenário é muito diferente em cada país. A Lituânia, Estónia, Eslováquia, Bélgica e Letónia estão entre os cinco primeiros países onde a inflação mais aumentou, enquanto o Luxemburgo, Malta, Portugal (com 3,4 %), Finlândia e França estão na parte inferior da tabela.

Todos os olhos estão agora voltados para a reunião do Banco Central Europeu esta quinta-feira. Os analistas dizem que os mercados estarão atentos a alguma mudança nas perspetivas do BCE que prevê que inflação vai diminuir acentuadamente este ano e cair para 1,8% em 2023 e 2024.

Fonte: https://pt.euronews.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.